Postagens Recentes

6/recent/ticker-posts

O que já sabemos sobre a gripe aviária?

 

Primeiro, uma pessoa foi infectada com o vírus da gripe aviária do subtipo H5N8 na Rússia. Agora, na China, descobriu-se outro paciente com o subtipo H10N3. Até então, não se sabia que esses dois vírus eram capazes de infectar seres humanos.

Em ambos os casos, o curso da doença foi leve, e os especialistas os consideram extremamente raros. Contudo, as duas infecções são prova da rapidez com que os vírus podem se espalhar de animais para seres humanos.

A gripe aviária, em particular, surge repetidamente em ondas de infecções regulares entre animais. Além da Ásia, a Europa também é afetada: no outono de 2020, época em que as aves migratórias estão em movimento, houve registro de repetidas infecções em fazendas de reprodução de aves. Foram relatados casos de H5N8 em aves na Bélgica, Holanda, França, Dinamarca e também na Alemanha.

Na ilha francesa da Córsega, centenas de galinhas foram mortas. Na Dinamarca, autoridades ordenaram o abate de mais de 25 mil aves em meados de novembro. Na Alemanha, a gripe foi registrada em um aviário no estado de Mecklemburgo-Pomerânia Ocidental: cerca de 100 mil aves tiveram que ser abatidas para combater a doença.

Abaixo, algumas das perguntas e respostas mais importantes sobre o vírus:

O que é a gripe aviária?

A gripe aviária é uma doença altamente contagiosa entre as aves, causada por diferentes mutações do vírus influenza, transmissor da gripe comum. Segundo o Instituto Federal para Avaliação de Riscos da Alemanha (BfR, na sigla em alemão), a gripe aviária, também conhecida como gripe do frango, costuma ser fatal principalmente em perus e galinhas.

O que representam as letras H e N?

Existem três tipos de vírus da gripe: A, B e C. A gripe que geralmente afeta seres humanos é causada por vírus dos tipos A e B, enquanto a gripe aviária conhecida em todo o mundo é causada por patógenos do tipo A.

Os vírus contêm em suas superfícies proteínas que são designadas pelas abreviações H (hemaglutinina) e N (neuraminidase). Existem 16 subtipos H e nove subtipos N. Dependendo da combinação dessas substâncias no envoltório do vírus, surgem nomes como H5N8 e H10N3.

As aves aquáticas são hospedeiras naturais desses vírus, mas raramente ficam doentes. Em galinhas, perus e gansos, por outro lado, os vírus dos subtipos H5 e H7 sofrem mutações em formas altamente contagiosas, sendo estas os verdadeiros agentes causadores da gripe aviária. O vírus H5N8, que agora surgiu na Europa, já era conhecido anteriormente na Ásia.

Como a doença chegou à Europa?

A gripe aviária não é nova na Europa. O primeiro surto conhecido do vírus H5N8 ocorreu na Irlanda em 1983. A atual variante mais agressiva da gripe aviária, que agora também foi detectada em aves selvagens, apareceu pela primeira vez na China em 2013 e na Coreia do Sul em 2014. De lá, ela se espalhou para a Europa e a América do Norte por meio de pássaros selvagens. Biólogos atribuem o atual aumento da ocorrência do vírus à migração anual dos pássaros, quando centenas de milhares de aves se aglomeram em certas áreas.

O vírus pode ser transmitido aos humanos?

Segundo o Instituto Federal para Avaliação de Riscos, é simplesmente muito improvável a transmissão da forma atual da gripe aviária H5N8 para seres humanos. Em princípio, contudo, o vírus pode sofrer mutações e, portanto, tornar-se infeccioso para pessoas. Os casos atuais mostram que o perigo não é apenas teórico, mesmo que os vírus ainda não sejam considerados muito contagiosos.

O principal perigo, no entanto, é para outros tipos de aves. Durante surtos, elas devem ser mantidas em locais fechados para evitar que entrem em contato com aves selvagens.

Em 2003, houve uma epidemia entre seres humanos com outro tipo de vírus altamente contagioso da gripe aviária, o H5N1, originário do Sudeste Asiático. A doença matou mais de 400 pessoas em todo o mundo.

Como o vírus pode ser transmitido aos humanos?

Pessoas que estão em contato direto com animais infectados podem estar particularmente em risco de contrair o vírus da gripe aviária. O vírus é transmitido principalmente pela inalação de gotículas ou partículas de poeira contaminadas. É possível, contudo, que a gripe aviária também seja transmitida para as membranas mucosas por meio do contato físico. A variante mais perigosa H5N1 também pode ser transmitida de pessoa para pessoa.

Devemos evitar comer ovo e peito de peru, por exemplo?

O Ministério da Agricultura alemão recomenda que os consumidores cozinhem bem a carne de aves antes de consumi-la. Quem segue esse conselho não tem com o que se preocupar. Ovos bem cozidos também são seguros. Segundo o Instituto Federal para Avaliação de Riscos, o vírus da gripe aviária é "sensível a altas temperaturas" e não sobrevive a mais de 70 graus Celsius. Para ter certeza, recomenda-se que se evitem produtos que levam ovo cru, como a sobremesa tiramisù.

De que outras formas podemos nos proteger?

Em regiões onde a gripe aviária foi detectada, as pessoas devem evitar o contato com aves silvestres. Recomenda-se ainda um cuidado especial com animais mortos. Em países onde a gripe aviária está disseminada, o instituto alemão aconselha "fortemente" os viajantes a não visitarem mercados de aves ou granjas avícolas.

Ao manusear produtos avícolas, os consumidores devem prestar atenção especial à higiene e, por exemplo, armazenar a carne separadamente de outros alimentos. Quem quiser evitar o consumo de carne ou ovos provenientes de regiões com gripe aviária, pode checar de onde esses produtos vieram por meio do número na embalagem.

 
conteúdo
DW

Postar um comentário

0 Comentários